Se uma amiga me dissesse que o cara que ela está saindo demora 10 horas para responder sua mensagem, mas continua postando stories nas redes sociais a cada hora, eu teria dito a ela para chutar a bunda dele, porque ele não valeria a pena.

Se uma amiga me dissesse que o cara que ela está namorando mentiu para ela sobre estar doente, mas estava na cama com outra pessoa, eu teria dito a ela para não se incomodar em responder às mensagens dele porque ele não valeria o tempo dela.

Se uma amiga me dissesse que o cara com quem ela está dormindo se recusa a beijá-la porque ele a vê apenas como uma conexão, eu teria dito a ela para bloquear o número de telefone daquele cara desrespeitoso porque ele não valeria seu tempo.

Se uma amiga me dissesse que o cara que ela está namorando a manda mensagens apenas quando precisa de algo dela, eu teria dito a ela para ignorar seus pedidos de ajuda, porque ele não valeria seu tempo.

Se uma amiga me dissesse que o cara que ela está namorando gasta seu dinheiro em bebida, cigarros e festas, mas não pode nem comprar um presente de aniversário porque ele diz estar tão falido, eu diria a ela para ficar o mais longe possível dele. Porque ele não valeria o tempo dela.

Se uma amiga me dissesse que o cara que ela está namorando não paga por uma única refeição porque ele ainda depende financeiramente de seus pais aos 28 anos, eu diria a ela para mandá-lo de volta aos seus pais, porque ele não valeria seu tempo.

Se uma amiga me disser que o cara com quem está transando se recusa a agradá-la e só pensa em sua própria satisfação, eu diria a ela para abandonar o bastardo egoísta, porque ele não valeria seu tempo.

Então, por que todas essas coisas se aplicam a ela e, no entanto, não consigo dizer a mim mesma para me afastar de você, porque você não vale o meu tempo?

Por que eu permito que você manipule meus sentimentos a ponto de eu me recusar a ver o quão ruim você é para mim?

Por que é que nem estamos em um relacionamento de verdade e eu choro para dormir por causa da mágoa e confusão que você me causa?

Por que é que, quando se trata de você, meu eu, geralmente feroz, se transforma nessa mulher dependente e desesperada que anseia por sua afeição?

Por que é tão fácil para nós darmos conselhos a outras pessoas, mas quando se trata de nossos próprios problemas, é difícil para nós aceitarmos a realidade, mesmo que isso nos dê um tapa na cara?

Você nem é isso tudo.

Você nem é tão bonito assim. Você não tem um emprego estável. Você não sabe como agradar uma mulher. Você ainda é financeiramente dependente de sua família. Você bebe e festeja demais. Você não tem conhecimento de como o mundo funciona. Você é inteligente, mas não é esperto.

Não há nada em você que se destaque para fazer com que suas más qualidades sejam levemente toleráveis. Minha melhor amiga não faz ideia de como ainda estou tão na sua. Ela estava tão farta de eu aguentar sua besteira quando eu não suportava nem uma fração disso nos outros.

Ela estava tão frustrada com a minha estupidez que desistiu de tentar me fazer enxergar.

Ela sabia que quando se trata de você, eu nunca vou ouvir. Eu prometeria constantemente te cortar da minha vida, mas apenas uma única mensagem sua e eu voltaria rastejando.

Sou viciada em você. Você é como uma droga que eu não consigo largar. Eu ainda tenho que esconder o fato de que ainda me comunico com você para todos os meus amigos. Porque todos pensam que eu já te bloqueei.

Eu quero tanto ir embora. Você não é bom para mim. Tudo o que temos é tóxico.

Você é tóxico.

Eu preciso voltar para quem eu sou. Eu preciso voltar para o tipo de pessoa que eu era antes de te conhecer. A velha eu não aguentaria isso. A velha eu teria dito adeus assim que você parasse de me tratar com o respeito que eu merecia. A velha eu teria ido embora porque eu não teria tempo para alguém como você.

Eu preciso me lembrar de que você não é o meu “para sempre”. Você não é nem mesmo o meu agora. Que não importa o quanto eu banque um capacho, você nunca vai me ver como algo mais do que alguém para manipular. Que não importa o quanto eu te perdoe, você vai continuar me machucando de novo e de novo e de novo.

Eu preciso desistir de você, porque por mais que eu te ame, eu preciso me amar mais.

Texto de Jainie Left, via Thought Catalog, traduzido pela equipe Coração de Elástico

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS





Coração de Elástico
Coletânea de textos sobre sentimentos